sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Síndrome de "Meia Noite Em Paris"


No site do Estadão:





Costumo ver por aí muita gente reclamando e dizendo que vivemos num mundo onde tudo é comercial e nada mais tem sensibilidade artística. Essa mesma galera diz que as músicas, filmes e artes em geral do passado eram melhores e mais sensíveis do que as atuais.

Ano passado, Woody Allen lançou um filme incrível, Meia Noite Em Paris, que trata exatamente desse tema. A partir daí surgiu o que eu gosto de chamar de Síndrome de Meia Noite Em Paris, que acontece quando a pessoa acha que uma época do passado foi melhor que a que estamos vivendo. Com uma ironia bem sutil e atores incríveis, Woody Allen conseguiu mostrar o que eu sempre concordei e defendi: cada época tem seu valor.

Quem disse que, no futuro, não vão aclamar nossa arte e dizer que o início do século XXI foi simplesmente brilhante? Quem foi que definiu o que é arte e disse que aquilo é melhor do que isto? Quem é especialista o suficiente pra dizer o quanto de sensibilidade um artista precisou para criar sua arte?

A notícia é sensacionalista. Nenhum cientista espanhol andou falando que a música atual é chata. Os espanhóis apenas disseram que “Em média, uma canção atual utiliza as mesmas notas e acordes que uma dos anos 60, apesar de as transições entre acordes serem um pouco mais simples”.

Os gostos mudam, a cultura muda. E se hoje preferimos ouvir músicas com estas características, que seja! Isso é o que nos define. Nós gostamos de ouvir músicas com transições simples entre acordes e isso não quer dizer que gostamos de ouvir música chata. O que é chato pra você pode ser extremamente legal pra mim. E vice-versa.

3 comentários:

  1. Nossa, acho que esse foi seu post mais Kita até agora! hahahaha
    Essa é uma das suas opiniões que eu mais gosto Érika. As pessoas tem um fascínio enorme por "coisas do passado", mas não param pra pensar que tudo se renova com o passar do tempo. Prova disso é como a música, a moda e os hábitos dos jovens mudaram tão drasticamente com o desenrolar do século XX. Um dia, tudo o que consideramos legal hoje, assim como a moda nos anos 70, vai ser considerado brega. Mas nunca se sabe se pode ser a próxima "moda".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário, Lucas! É exatamente isso: hoje os cabelos, roupas e a moda dos anos 70 são considerados "bregas", e no entanto caracterizam uma época tão icônica da nossa cultura (ó, falei bonito, viu?). Nada é melhor ou pior, são apenas costumes diferentes! OBS: saudade de você *-*

      Excluir
  2. Oie, Kitinha!
    Olha, você apenas colocou todas as cartas na mesa! Você disse tudo que eu penso. Apenas isso.
    Mandou muito³ mesmo. Colocou a boca no trombone!
    São apenas costumes diferentes.
    Continue postando, beibe. Love ya!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...