domingo, 24 de março de 2013

Pelas próximas vinte e quatro horas




Meu Deus. Meu Deus. Meu Deus. Como assim eu estou de cabeça para baixo? Quando foi que isso aconteceu? Não vejo meus pés. Não posso correr. Me solta. Me larga. Hoje, me deixa.

Quantas vezes eu me deixei secar ao sol sem perceber que essa era a minha sina. O meu desejo era que tudo continuasse. Eu explico: um pouco disfarçado de vontade de querer mudar.

Até parece que eu implorei pra você me sacudir. Eu não te pedi para seguir em frente!

Meu amor, vê se esquece de mim pelas próximas vinte e quatro horas. E, olha, sua vida ficou muito melhor sem mim, sem minhas manias, sem minhas crenças. O que eu acredito pode ser totalmente o contrário do que você acha que é necessário. É claro, meu mundo é do avesso.

Falsa. Meu destino é justificar eternamente a ausência de algo que eu não sei o que é, e provavelmente nunca vou saber. E nem quero saber.

Minha mente prega peças em mim. Vou continuar desligada como sempre fui. Não me venha com seus métodos antiquados. Suas conversas não vão funcionar. Me solta. Me larga. Por hoje, quero que você me deixe.

quinta-feira, 7 de março de 2013

Upside Down - Bonito, mas sem conteúdo


Pra começo de conversa, vocês precisam saber que Upside Down é um filme com uma ideia incrível, mas mal construída.



Dirigido e escrito por Juan Solanas, Upside Down conta com os lindos Jim Sturgess e Kirsten Dunst como casal protagonista. <3

A história se passa em um universo onde dois mundos gêmeos são separados apenas pelas gravidades opostas. Acontece que um dos mundos detém todas as riquezas e domina o outro mundo, que é representado através de um cenário apocalíptico.

Adam, o herói da trama, conhece Eden, a mocinha, quando ainda eram crianças. Só que Adam é do mundo “de baixo” e Eden é do mundo “de cima”. Os dois se encontram em um ponto comum dos dois universos, aonde podem conversar e fazer crescer uma grande amizade, que se torna em um romance quando eles ficam jovens.

Acontece que Eden perde a memória em uma perseguição da polícia do lado “de cima” e esquece completamente de Adam. Os dois crescem, Adam tenta encontrá-la de novo, Adam precisa reconquistá-la, Adam luta contra a gravidade, Adam dribla a polícia... E assim a história segue da forma mais clichê possível. E o que era pra ser um filme incrível acaba virando uma historinha boba de romance.



O filme tem sérios problemas de continuidade. A passagem das cenas é completamente desconexa. Falo isso porque tiveram momentos durante o filme em que fiquei perdida quanto à passagem de tempo e não consegui me localizar. Acho que finalmente consegui entender o que é uma má direção.

Não posso deixar de comentar sobre a afronta às leis da física. Olha, eu não entendo nada de física e muito menos sou fã do Isaac Newton, mas uma coisa que eu tenho certeza é que ele não estava brincando quando ele falou sobre a lei da gravidade.

Mas também não vou deixar de lado algumas coisas maravilhosas, como a fotografia azulada, que deu um tom todo melancólico e obscuro ao ambiente do lado “de baixo”. O Jim Sturgess, que consegue ser lindo e simpático em todos os filmes que faz. O cenário futurista, que é o grande trunfo do filme; é simplesmente impressionante. As sacadas geniais, como os números nos elevadores e o drink chamado Upside Down.



No final das contas, Upside Down é um filme que impressiona pela beleza das cenas, mas desaponta pela falta de conteúdo. Poderia ser um filme life changing mas foi só um filme ok.

Classificação: 3 estrelinhas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...