segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Good vibes



Já vai bem bonita
buscar o seu amor
se ele não vem
a culpa não é sua, flor

Seu cabelo tá voando
acompanhando a brisa
nascem lírios por onde você pisa
se não é pra ser agora
o céu te avisa

Deixa de lado esse ressentimento
bem forte, o vento
vem lavando sua alma
te livrando do que não te faz falta

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Sem qualquer pretensão, whatever...


Today
Eu acordei meio whatever
Olhei pro CD, dei play
Escutei a melhor música ever
Cantei
Te liguei
Do telefone, o amor emana
Perguntei
Como foi seu fim de semana
Você bocejou
Já é de noite, domingo
A música parou
Preferia estar dormindo
Amanhã te ligo de novo
E aí quem sabe
Me levanto e me movo

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Conto de esquecimento


Pedras de gelo no café
Pra esfriar essa relação
Pelo jeito, demorei pra te ver do jeito certo
E aí já era tarde demais
Caíram as pétalas da rosa que você me deu
Julho chegou e o frio me estremeceu
E já lá para o fim do verão
Você me esqueceu

segunda-feira, 20 de julho de 2015

O que o vento trouxer...



Se um vento sussurrar o que você quer ouvir
De repente, seu coração diz que é isso que você tem que fazer
No fim das contas, será que vale a pena?
Escolher um limite
Desviar e adivinhar
Qual é a hora certa de correr
Para os braços da sua liberdade

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Look com Casaco Felpudo - Chega logo, inverno

O friozinho vem chegando aos poucos... Aqui em Juiz de Fora a máxima de hoje foi 18 graus! Já tô ficando preparada pra encarar esse clima polar e tô de olho nesses casacões peludos e blusas fofinhas.

Selecionei alguns que são lindos e são a minha cara! Vem comigo:


Com calça skinny fica um luxo.



UOU. A moça tá usando esse look de dia mas super rola de ir numa balada assim, não rola?



Adorei! Casual e confortável.



Rihanna, né mores?



Com vestidinho, por que sim.



Mais um que dá pra arrasar em qualquer feixta.


Partiu ficar quentinha no outono e no inverno! <3

+ Moda: tumblr | weheartit | pinterest

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Selvagens



Garras arrancam com frieza
Transferem o sangue da carne para o chão
Corações pulsantes não se conectam
Elos são destruídos e condenados
Fomos feitos assim
O extraordinário será caçado
A lua cheia não será mais necessária
Para que os lobos deixem suas casas
E assombrem quem escapou do sistema

Texto inspirado na música Savages, Marina And The Diamonds

domingo, 12 de abril de 2015

Outside


outside
já vai lá fora me chamar
do lado de
me convence a ficar
mas eu esqueço...
e desisto de pensar se quero
ou se me despeço

Leia em inglês. Read in english.

domingo, 8 de março de 2015

i love you e todos os seus universos



(glitter pills)
espalha um brilho triste
a batida acompanha a solidão

forever, pra sempre
"nunc" em latim signfica "agora"
"nunca" em português significa "pra sempre"

forever
nunca vou te ter
se já tive
foi por um momento tão breve
e leve
soft
até uma brisa vinda do mar
seria mais forte

minha órbita acompanha o seu entorno
suas galáxias me expulsam

em qualquer língua que eu falar
mil explicações não serão suficientes
para você entender o meu universo

não te considero uma perda de tempo
só preciso acertar meu relógio
de acordo com o seu

Leia em inglês. Read in english.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Um segundo


Desista de mim
me peça para voltar correndo
estrague a surpresa
me surpreenda
erre
e despiste o seu erro
despida-se
sonhe comigo
e tome cuidado
para não voltar à realidade

Leia em inglês. Read in english.

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Eu sou a indiferença


A indiferença
observa a vida
de óculos escuros
Blasé, sem corpo
Silenciosa
e aniquiladora
Ignora
Qualquer sinal
Sem piscar

Leia em inglês. Read in english.

sábado, 17 de janeiro de 2015

CDs que tenho ouvido ultimamente



Tenho escutado muitos CDs completos ultimamente. É uma coisa que eu faço sempre. Quando eu gosto de uma música e eu não conheço a banda, eu fico louca para descobrir logo se o CD ao qual ela pertence tem mais músicas legais. Ou então quando um artista ou banda que eu gosto lança um CD novo, eu preciso escutá-lo inteiro. Então, em ordem de preferência inversa... tchararããã... Os meus CDs preferidos do momento!

5- Leighton Meester – Heartstrings



Já falei dele aqui em outro post. É uma Taylor Swift country, porém moderna. Fofa, porém não uma fofura adolescente. Romântica, porém não algo meloso. Só escutando pra entender. A minha preferida é a faixa-título. E a minha segunda preferida é Good For One Thing.

4- Wild Belle – Isles



O CD não me impressionou como o EP deles. Todas as músicas do EP eram WHAT THE FUCK IT’S THE BEST SONG EVER e o CD é OKAY IT’S JUST OKAY. Maaaas... Another Girl é minha música preferida! Ganha de qualquer uma do EP. Conheci a banda através do remix de It’s Too Late, outra música sensacional, tanto remix quanto a versão original. O gênero deles é meio anos 80/90, meio hippie, porém atual. A voz da vocalista é diferente, não é o timbre que estou acostumada a ouvir, acho que essa é uma das coisas que mais me chamou a atenção no Wild Belle.

3- Taylor Swift – 1989



A combinação perfeita entre a genialidade adolescente das letras da Taylor com o melhor do pop-chiclete-vendável-irresistível. Você escuta do início ao fim e a única coisa que você quer fazer é escutar do início ao fim de novo e de novo e de novo... Ao invés de dizer quais são as minhas preferidas – porque praticamente todas são – vou dizer as que eu tirei da playlist: Out Of The Woods e Clean. Ah, e por que New Romantics é bônus? WHAT??? Não entendo. Tem cara de hit.

2- Broods – Evergreen



Conheci essa banda através de um remix da música Bridges. Empolgada com o remix, resolvi escutar a música original. Achei chata. Mas era na época que eles tinham só um EP. Aí eles lançaram o Evergreen e eu resolvi dar uma outra chance. Aí eu escutei todas as músicas no contexto do CD e... É sensacional! A melhor é Never Gonna Change. Não sei descrever o estilo deles... É meio Lorde, mas mais conceitual e eletrônico. Mas um eletrônico bem suave. Sem contar que a estética das fotografias e vídeos deles é demais!

1- Azealia Banks – Broke With Expensive Taste



O que é esse CD? O que é Azealia Banks? Como explicar sua genialidade? Como conseguir cantar suas músicas? Próxima sexta, no Globo Repórter. Essa mulher é a Jesus da música. Não vou entrar no mérito da briga com a Iggy Azalea, não importa. O CD é maravilhoso e ponto final. Só o que posso fazer é escutá-lo de boca aberta. É um rap-pop, porém não soa desesperado-para-vender e ao mesmo tempo é comercial, principalmente músicas como Chasing Time – atual single – e Ice Princess. Heavy Metal and Reflective já virou legenda de foto e bio do meu twitter, quer dizer que amo ou adoro? Luxury é meio sensual, meio intrigante, meio... Azealia. Ela merece um Prêmio Nobel só por existir.

Bônus: Lana Del Rey – Born To Die



Como desapegar desse CD? Não tem como. É a melhor companhia nas noites em que não tem nada pra fazer. Adoro ouvir enquanto escrevo. Agora, por exemplo, escrevi uma poesia* e estou escrevendo esse texto. Não consigo dizer qual a melhor música. Todas são inexplicáveis. Só posso dizer uma coisa: Video Games e Summertime Sadness tiram meu fôlego.

* Odeio me referir aos meus textos como ~poesia~. Fica parecendo que eu acho que eu escrevo poesia, que eu acho que eles podem ser considerados poesia. De qualquer forma, leia a poesia inspirada em Video Games clicando aqui. :)

Enfim, obrigada por ler. E você? Como vai? Escutando muitos CDs? Quais? Me conta!

The world was built for 2



Nice and clean
Claramente
Tenho um problema
Sobre mim

Fresh and fine
Fica, não vai
Preciso de ar
Mas estou bem
Dependendo do ponto de vista

My point of view is
Fiz porque quis
Você não me interrompeu
Bom para nós

De repente
Be cool
Chill out
De azul
Já basta o céu

Acho que cheguei aonde queria
Me and you
Now
Sem “para sempre”
Porém, agora.

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

(Decepção parte 02) Depois


Acabei de escrever os piores versos que alguém poderia escrever. Claro, eram sobre você. E agora que eu já curei a minha ressaca, quero que você leia de trás para frente para ver se parece alguma brincadeira de Clarice, ou alguma frase emocionante do Abreu. Não parece, parece? Estou longe de qualquer poeta, poetisa. Você não me deixa chegar perto. Ruge quando eu me aproximo. Xinga quando eu tento convencer. Você não faz sentido, meu querido. Nossa dessintonia é lamentável. Agora que eu me virei com outra pessoa, você vai pela esquerda, eu pela direita. Endireito as minhas costas. E a gente nunca mais se encosta.

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

(Decepção parte 01) Antes


O abre fecha
é intenso
Dorme acorda
Perdi o sono
Fui pra casa
A porta estava trancada
Procurei você
Sem sinal
Preciso de um cigarro
E olha que eu nem fumo
Nem fumo nem durmo
Meu coração tá cheio de teia
Já é quase um fóssil
Mesmo que fosse fácil
Se você fosse dócil
Seria bem menos clássico
Atrás de mim
A porta bate
E essa foi a pior noite da minha vida

sábado, 3 de janeiro de 2015

Assalto


Como num assalto a mão armada, aquela sensação é roubada. Você vem de mansinho. Lê a minha cartilha de boas maneiras. Lê o meu manual particular aonde eu digo o que você pode e o que você não pode. Na verdade, eu sou pouco exigente. Eu só exijo amor, acima de tudo, e diversão. Você lê, eu sei. Você estuda. Você decora as minhas falas para completá-las. Você faz tudo tão certo que é impossível pensar que você poderia me assaltar. Rouba meu coração, rouba um beijo, leva tudo, mas me deixa intacta.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...